22 de ago de 2010

MEUS 10 ANOS...

MY GIRL
(The Temptations)

I've got sunshine on a cloudy day
When it's cold outside
I've got the month of may
I guess you'll say
What can make me feel this way
My girl
Talking about my girl

My girl

I've got so much honey
The bees envy me
I've got a sweeter song
Than the birds in the trees
Well I guess you'll say
What can make me feel this way
My girl
Talking about my girl

My girl

I don't need no money
Fortune or fame
I've got all the riches baby
One man can claim
Well I guess you'll say
What can make me feel this way
My girl
Talking about my girl
My girl

I've got sunshine on a cloudy day
My girl
I've even got the month of may with my girl


4 de ago de 2010

O FILHO QUE EU QUERO TER

O pai é um amigo especial, diferente dos outros amigos por ter autoridade, identidade própria, credibilidade, transparência e imagem nitidamente definida, ou seja,  não é o Bicho-Papão que corrige os problemas ao chegar em casa. Estudos psicológicos dos desvios da personalidade mostraram que o pai participa de forma completa na organização ou desorganização da personalidade do filho. O pai é o primeiro "outro" percebido pela criança como personagem fora da mãe. Ser pai, portanto, é participar de forma efetiva desde a concepção, tendo como elemento fundamental o Amor.
Hoje presenciei uma das cenas mais tristes da minha vida: um colega de trabalho, no desabrochar de seus 20 anos, PAI de um lindo bebezinho de uma gestação de 4 meses, chorando desesperadamente ao receber a notícia que o coraçãozinho do seu filho não batia mais na barriga da mãe.
Foi de cortar o coração... Todo o carinho que ele tinha e depositava naquele que seria o seu sonho, o seu projeto para o futuro, o seu próprio futuro... uma vida que era sua também.
Espero que entenda que agora seu menino virou anjinho da guarda.
Vinícius de Moraes escreveu a letra abaixo para uma canção feita a Toquinho pelos idos de 1974, quando o compositor confessou o desejo de ter um filho.Vinícius disse: "Que ótimo! Vamos sonhar com esse momento."
É uma das letras mais belas sobre a relação de pai e filho que já vi... Tomo para mim as palavras de Otto Lara Resende "Eu queria ter sido Vinicius de Moraes". 
Homenageio o Damião, papai desolado, meu pai, por ter sonhado por mim desde que soube que eu existia e a todos os bons pais deste mundo. Também ao pai que escolhi para os meus filhos.

O Filho Que Eu Quero Ter
Música: Toquinho
Letra: Vinicius de Moraes

É comum a gente sonhar, eu sei,
Quando vem o entardecer;
Pois, eu também dei de sonhar
Um sonho lindo de morrer.

um berço e nele eu me debruçar
com um pranto a mim correr
e assim chorando acalentar
o filho que eu quero ter.

Dorme, meu pequenininho
Dorme, que a noite já vem
Teu pai está muito sozinho
De tanto amor que ele tem.

De repente eu o vejo se transformar
No menino igual a mim
Que vem correndo me beijar
Quando eu chegar lá de onde vim.

Um menino sempre a me perguntar
Um porquê que não tem fim
Um filho a quem só queira bem
E a quem só diga que sim.

Dorme, menino levado
Dorme, que a vida já vem
Teu pai está muito cansado
De tanta dor que ele tem.

Quando a vida enfim me quiser levar
Pelo tanto que me deu,
[Sentir-lhe] a barba me roçar
No derradeiro beijo seu.
E ao sentir também sua mão vedar

Meu olhar dos olhos seus,
[Ouvir-lhe] a voz a me embalar
Num acalanto de adeus.
Dorme, meu pai sem cuidado

Dorme, que ao entardecer
Teu filho sonha acordado
Com o filho que ele quer ter.

1 de ago de 2010

BRILHA UMA ESTRELA

Vocês já acordaram algum dia com muito orgulho de alguma pessoa? Sei lá, por ter sua amizade, por reconhecer seu talento, por ter acompanhado os passos de sua evolução e compartilhar a apoteose de um destino triunfante?
Amanheci assim hoje, exaltante de felicidade pelo sucesso da minha amiga Roberta.

Papai, Namorado, Mamãe e irmão orgulhosos
Rô, continue linda, radiante, maravilhosa e leve! Você sempre encherá os corações de seus amigos, familiares e do nosso Mala (mais seu do que nosso) de muito amor e felicidade!

AMIGOS ORGULHOSOS: Ana, Lilian, Ricado, Patricia e Raquel
Assisti espetáculo  "Deuses da Mitologia Grega" junto ao grupo coreografado pela bela Kahina. Lindo!!!
Posto abaixo um video da apresentação "Deméter" em que a Roberta aparece no centro do palco em primeiro plano. Não é uma estrela essa minha amiga? Amo!!!!!!!!!!
Como não poderia faltar por parte desta que vos escreve, estudante de letras, e, olhem só a coincidência, de grego arcaico... posto um pouquinho do que sei e do que li em Hesíodo sobre a deusa para que compreendam essa parte do espetáculo.

Deméter , em grego Δημήτηρ,  filha de Cronos e Réia,  é a deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano. Enquanto deusa da agricultura, fez  longas viagens com Dionísio ensinando os homens a cuidarem da terra e das plantações. Com Zeus, seu irmão,  teve uma filha, Perséfone, cujo epíteto era "a de braços brancos" e com com o mortal herói cretense Etion teve  o deus Plutus (segundo Hesíodo em "Os trabalhos e os dias").
Perséfone foi raptada pelo deus Hades , que a levou para seu reino subterrâneo, deixando Deméter desesperada a ponto de sair pelo mundo dos homens sem comer e nem descansar. Decidiu não voltar para o Olimpo enquanto sua filha não lhe fosse devolvida, e culpando a terra por ter aberto a passagem para Hades levar sua amada filha. Durante o tempo em que Deméter ficou fora do Olimpo a terra tornou-se estéril, o gado morreu, o arado quebrou, os grãos não germinaram. Sem comida a população sofria de fome e doenças. A fonte Aretusa contou a ela  que a terra abriu-se de má vontade, obedecendo às ordens de Hades e que Perséfone estava no Érebo, triste mas com pose de rainha, como esposa do monarca do mundo dos mortos.
Com a situação caótica em que estava a terra estéril, Zeus pediu a Hades que devolvesse Perséfone. Ele concordou, porém antes, fê-la comer um bago de romã e assim a prendeu para sempre aos infernos, pois quem comesse qualquer alimento nessa região ficava obrigado a retornar. Com isso, ficou estabelecido que Perséfone passaria um período do ano com a mãe, e outro com Hades, quando é chamada Proserpina. O primeiro período corresponde à primavera, em que os grãos brotam, saindo da terra assim como Proserpina. Neste período Perséfone é chamada Core, a moça. O segundo é o da semeadura de outono, quando os grãos são enterrados, da mesma forma que Perséfone volta a ser Proserpina no reino do seu marido.
Os Mistérios de Elêusis, celebrados no culto à deusa, na Grécia, interpretam essa lenda como um símbolo contínuo de morte e ressurreição (segundo a "Teogonia").

Tem tudo a ver com a Roberta, a questão de semear, de agrupar de transmitir o carinho materno e florescer alegria. Ela é assim, e um pouquinho muito mais!

DEMÉTER: "Deusa Das Estações".
Integrantes: Cintia, Josiane, Karina, Mônica, Renata, Roberta Carolina, Sandra e Valéria Vasconcelos.
Show realizado no Teatro Santo Agostinho 31/07/2010.